Estamos solidários com centenas de milhões de pessoas de todo o mundo empenhadas na justiça climática, transformação económica, igualdade, direitos humanos, ambiente, justiça de género e direitos dos trabalhadores, crianças, refugiados, povos indígenas e comunidades de inspiração religiosa (#StandTogether).

Protester

Para limitar o aquecimento global a 1,5°C, temos que reduzir para metade as emissões globais até 2030 e chegar às emissões zero líquidas até 2050.

Acreditamos que chegou a hora de os decisores presentes na reunião anual do Fórum Económico Mundial em Davos declararem emergência climática nos seus próprios países e empresas e tomarem as medidas urgentes que se impõem para proteger a humanidade e o nosso planeta.

Os governos, as empresas, os investidores e a sociedade civil devem colaborar rapidamente no sentido de transformar o nosso sistema económico até ao final da década para acabar com o caos climático e, ao mesmo tempo, combater a desigualdade e defender os direitos humanos e laborais.

Para conseguirmos uma transição justa para os trabalhadores e as comunidades, devemos:

Acabar com a exploração e a extracção de combustíveis fósseis

Eliminar, completa e rapidamente, a sua exploração, extracção e utilização, com os países de rendimento mais elevado a efectuar as reduções mais rápidas e os investidores a desinvestir em combustíveis fósseis.

Acabar com os subsídios aos combustíveis fósseis

Realocar os 5,2 biliões de USD em subsídios aos combustíveis fósseis, aplicando-os no apoio às energias renováveis e no reforço aos sistemas de protecção social.

Fazer os poluidores pagar

Atribuir um preço significativo à poluição e fazer os que a provocam pagar o custo real das suas actividades para a saúde humana e o ambiente.

Cremos que chegou o momento de construirmos um futuro próspero, regenerativo e mais igualitário, onde exista justiça de género e ninguém fique para trás. Isto exigirá que as empresas cumpram leis que respeitem os direitos humanos e o ambiente, trabalhem de uma maneira transparente e responsável para implementarem políticas transformadoras e sistemas de diligência devida para identificar, revelar e combater os impactos negativos.

Sem esta liderança, o foco deste 50° Fórum Económico Mundial em Davos, com o tema “Stakeholders para um Mundo Coeso e Sustentável” soará a falso e não conseguiremos alcançar as Metas de Desenvolvimento Sustentável até 2030.

No início desta década decisiva, chegou o momento de os governos e as empresas reunidos em Davos decidirem se estão ao lado da humanidade na defesa do nosso futuro comum.

Baixar PDF Size: 773kB

Para mídia ou outras questões relacionadas, envie um email

Ice cap